A sustentabilidade está no centro da estratégia Frigol e a produção é realizada com os mais rigorosos processos de sustentabilidade na Originação dos animais abatidos. A Frigol é a única Empresa brasileira de produção de proteína animal que rastreia 100% dos animais originados e leva até o consumidor final a rastreabilidade através de QR Codes presentes em 100% dos produtos no Mercado Interno e Externo. A Frigol compra animais em diversos Estados — porém, com predominância nos estados de São Paulo e Pará — que englobam desde o bioma Amazônico até o Cerrado.

O compromisso assumido pela Empresa é de adquirir animais de propriedades regulamentadas e que atendam as regulamentações ambientais e respeitem de maneira integral aos biomas e biodiversidade nos quais estão inseridos. A Política de Sustentabilidade criteriosamente trata da Originação na cadeia de fornecedores exigindo documentos ambientais e cadastro ambiental rural dos fornecedores.

A Empresa definiu que, para estabelecer qualquer relação comercial com fornecedores, é necessário antes obter os documentos básicos que comprovem a originação e legalidades das atividades a partir do CAR (Cadastro Ambiental Rural da Propriedade) e do LAR (Licenciamento Ambiental Rural) quando aplicável. Em caso de propriedade arrendada, é necessário apresentar contrato.

100% aderente as melhores práticas da pecuária sustentável!

Todos os animais originados para o abate, em todas as unidades da Frigol passam por análise de geomonitoramento socioambiental, onde as propriedades que os fornecem precisam estar aptas segundo os critérios:

  • Livres de desmatamento ilegal, independente do BIOMA onde sejam originados.
  • Livres de invasão de terras indígenas, quilombolas ou unidades de conservação.
  • Livres de Embargos do IBAMA, e/ou Desmatamento ilegal publicados pelas Secretarias do Meio Ambiente.
  • Livres de Trabalho Forçado e/ou Escravo.
  • Livres de Trabalho Infantil.
  • Com CAR em situação regular.
  • Sem alterações nos limites do CAR.
  • Com apresentação do LAR (Licenciamento Ambiental Rural) para propriedades acima de 3.000 hectares (obrigatório para o Estado do Pará).
  • Com GTA emitido (Guia de Trânsito Animal) correspondente às operações de compra.
  • Que o índice de produtividade de animais por hectare não ultrapasse 3 cabeças/ha, e/ou outro índice futuro publicado no Protocolo de Monitoramento de Fornecedores de Gado da Amazônia elaborado pela Imaflora (aplicável para o estado do Pará). Cabe ressaltar que se a propriedade operar em regime de confinamento e/ou semiconfinamento, pode ter produtividade superior aceita desde que emita autodeclaração com fotos com evidências, coordenadas geográficas e assinatura do proprietário.

A Frigol monitora os produtores por meio da plataforma SMGeo, que realiza geomonitoramento por satélite com base nos dados do CAR (cadastro ambiental rural) das respectivas propriedades. As propriedades que fornecem animais à Frigol contam com mais de 1 milhão de hectares de área preservada em APP ou Reserva Legal.

Após a avaliação validação dos documentos considerado critérios socioambientais e geomonitoramento na Plataforma de Análise e Monitoramento Socioambiental de Fornecedores Diretos de Bovinos e Suínos, são geradas informações precisas quanto à conformidade com os acordos e regulamentações e a partir dessa definição o fornecedor é liberado ou bloqueado para fornecimento.

Abaixo segue o resumo de monitoramento dos anos de 2019 a 2021:

A Frigol não conta com unidades operacionais próprias, arrendadas ou geridas dentro ou nas adjacências de áreas de proteção. Porém, monitora de perto seus fornecedores que se enquadram nessas características e, em 2021, contava com 4.314 unidades operacionais de fornecedores.

A Frigol também monitora o índice de produtividade de fornecedores e aqueles que não tem comprovação de que suas atividades são realizadas em projetos de confinamento são limitados ao fornecimento de três cabeças por hectare.

Fornecedores indiretos

Em 2021 foi dado início ao processo de análises de cruzamento de informações para identificação de desmatamentos em fornecedores indiretos, ou seja, para o fornecedor do fornecedor Frigol.

Tratando-se do tema, a Frigol percorreu um longo caminho para promover a melhoria do controle de origem, onde destaca-se:

O intuito é aplicar para os fornecedores indiretos os mesmos protocolos aplicados para os fornecedores diretos, em todos os Biomas e para todas as unidades produtivas. Esse é um trabalho que está sendo desenvolvido junto a empresas de sistemas e secretarias da agricultura e meio ambiente permitindo à Empresa desenvolver programas de monitoramento dentro da cadeia onde o fornecedor direto pode realizar suas consultas socioambientais e evitar compras em descumprimento aos protocolos da pecuária sustentável. É importante ressaltar que, para que o projeto obtenha 100%

de êxito, é essencial o acesso direto à informação ou parcerias com as secretarias de agricultura e meio ambiente de cada Estado, que disponibilizam acesso a informações sobre o GTAe (guia de trânsito animal digital) que atualmente não são públicas. No tocante ao Pará, o projeto está sendo desenvolvido em parceria com a National Wildlife Federation (NWF) via Software Visipec. Para os demais Estados, em parceria com a Amigos da Terra — Amazônia Brasileira (AdT) e com a Safe Trace (desenvolvedora de soluções para rastreabilidade ativa) via software Connecta.

Gestão de Tratamento e Resíduos

Na Frigol, 100% da água captada e utilizada no processo industrial é tratada e devolvida ao meio ambiente, respeitando todos os parâmetros das legislações estaduais e federais aplicáveis. Conforme a Frigol cresce, seus impactos também aumentam e, consequentemente, a preocupação para com eles. A Empresa sabe que um produto com qualidade é aquele que é resultante de uma cadeia de produção responsável. A Frigol se compromete com a proteção do meio ambiente ao evitar impactos negativos. Assim, monitora por meio de controles internos sua geração de resíduos, consumo de energia elétrica, consumo de combustíveis, consumo de água e geração de efluentes, além de seu impacto sobre a biodiversidade. Para tal, cumpre rigorosamente com as condicionantes de Licenças de Operação, requisitos legais aplicáveis para cada temática.

Os recursos naturais são de fundamental importância para a sociedade e podem esgotar caso não sejam utilizados corretamente. Sendo assim, o foco da Frigol está na melhoria contínua de procedimentos e sistemas capazes de identificar e mitigar os riscos ambientais de forma preditiva, preventiva e, em última instância, corretiva.

O que fazemos:

  • logística reversa de embalagens de papelão e materiais plásticos nos clientes;
  • direciona os subprodutos residuais do abate de animais à Graxaria, transformando-os em matéria prima para outras indústrias, como por exemplo, sabão e ração. O Rúmem gerado pelos animais são destinados a compostagem e viram adubo que são enviados aos produtores rurais locais. O gerenciamento dos resíduos é feito de forma responsável, separando recicláveis e não recicláveis, e depois enviados para empresa de reciclagem de materiais.

A Empresa se comprometeu a incentivar aplicação de materiais reciclados pós consumo nas embalagens, estender a logística reversa de embalagens para todo território brasileiro até 2022 e reduzir 30% do volume de resíduos destinados para aterro sanitário até 2025.

Gestão Ambiental

“Cuidar de cada processo é respeitar o meio ambiente e a vida de todos.”

Água

A atividade de processamento de proteína animal demanda o consumo de alta quantidade de recurso hídrico e, consequentemente, gera altos volumes de efluentes. Consciente de sua pegada hídrica de seus impactos e sua grande dependência sobre o recurso, a Frigol acompanha o desempenho do consumo de água em todos os seus processos, assim como prioriza o tratamento de efluentes, razão pela qual já foram investidos de 2013 a 2021 R$ 8,8 milhões em melhorias em seus sistemas de tratamento de efluentes.

Antecedendo o lançamento de efluentes em corpos hídricos, são realizadas as análises internas e externas (em laboratório credenciado) de parâmetros de qualidade de efluente considerando a presença de metais pesados, demanda bioquímica de oxigênio (DBO), demanda química de oxigênio (DQO), pH e presença de sólidos sedimentáveis, a fim de atender os requisitos legais aplicáveis e as condicionantes de Licença de Operação (LO) das unidades.

A Empresa prevê o lançamento do programa interno de Desperdício de Água Zero (DAZ) em 2022, e a meta atrelada ao programa está prevista em redução de 15% do consumo

de água por m3/cabeça abatida. Não obstante, a Frigol atende a norma regulamentar que rege os padrões de controle e vigilância da potabilidade de água da Portaria GM/MS n°888 de 04/05/21. Já para os efluentes líquidos a regulamentação no estado de São Paulo é o Decreto n° 8468 de 08/09/76 e no Pará a de acordo com a resolução CONAMA n° 430 de 13/05/11.

Atualmente, a Empresa é abastecida por diversos tipos de captação de água. Nas unidades localizadas em Lençóis Paulista, a captação é subterrânea e dá-se através do bombeamento de águas de poços. Para o descarte, a unidade de Bovinos efetua o lançamento após tratamento no rio Lençóis e as unidades de Graxaria e Suínos em emissário do distrito industrial (administrado pela autarquia municipal) para depois serem direcionados para o rio Lençóis.

Nas unidades localizadas no Pará, o abastecimento é realizado por captação superficial da água de rio e o descarte após tratamento da unidade de Água Azul do Norte/PA é feito pelo lançamento no rio Pium e na Unidade de São Félix do Xingu pelo lançamento no rio Xingu.

Redução dos Gases de Efeito Estufa

Em 2021, a Frigol iniciou o primeiro Inventário de Gases do Efeito Estufa, para medir o nível de emissão da companhia nos Escopos 1, 2 e 3. O relatório tem como objetivo quantificar e identificar emissões, classificadas pelo GHG Protocol (Greenhouse Gas Protocol) em 3 escopos, cada qual com sua especificidade. A Frigol, ao produzir seu relatório, trabalhará visando estabelecer em 2022 metas e planos de ações para reduzir emissões de Gases de Efeito Estufa.

Desenvolvimento Humano e Organizacional
A Indústria Frigorífica

Tradicionalmente a indústria frigorífica é intensiva em mão de obra, por conta das características da produção e a falta de padronização da matéria-prima (animais), que inviabiliza a utilização de automações mais completas. Em razão dessas características, tradicionalmente os níveis de absenteísmo e turnover são mais altos que em outros segmentos.

Pandemia

Por conta da pandemia e da necessidade de afastamentos preventivos em caso de sintomas ou contato familiar com pessoas infectadas, os números de absenteísmo da indústria aumentaram em 2020 e 2021. Para contenção de riscos de disseminação da doença as indústrias adotaram protocolos para tornar o ambiente de produção de alimentos livre de riscos. Na Frigol, os desafios foram idênticos e em consonância às Portarias específicas para o setor e suas respectivas atualizações, como a Portaria Interministerial no 7 de 06/12/2021, foi implantado um rigoroso protocolo para combate a pandemia, onde foram adotadas 97 ações para garantir a segurança dos colaboradores e à produção segura de alimentos.

Desenvolvimento Humano e Organizacional

Diversidade e Inclusão

“Na Frigol as oportunidades são para todos.”

A Frigol assumiu um compromisso com a igualdade de gênero e não permite e nem aceita qualquer tipo de discriminação racial, cor, religião, peso, deficiência, ascendência, origem social e orientação sexual.

A força de trabalho da Frigol é composta com 30% do sexo feminino, tanto no Estado do Pará, quanto do Estado de São Paulo. Nos últimos anos, a Frigol deu mais um passo para em direção a diversidade, aumentando a presença de feminina no Conselho de Administração da Companhia, com a inclusão de três membros mulheres num total de sete componentes.

Para as Pessoas com Deficiência (PcD) a demanda, embora tímida, é crescente.

Mantemos publicações com oferta de vagas para PcD em jornais regionais para a captação dessa mão de obra. Sobre distribuição racial, nos últimos três anos a empresa contou com um quadro de colaboradores composto por um grupo em sua maioria autodeclarado pardo, seguido de branco.

Faça o Download do Relatório de Sustentabilidade Frigol
Baixe aqui